Principal PDF Imprimir E-mail
Sex, 03 de Setembro de 2010 23:45

Plataformas: Super Famicom, WonderSwan Color, Playstation, Game Boy Advance.
Lançamento Japonês: 1991 (19 de abril)
Lançamento Americano: 1991 (23 de novembro, como FFII), 2001 em Final Fantasy Chronicles para Playstation.

Inicialmente FFIV era para ser desenvolvido para o Nintendinho, mas veio para os 16 bits devido a insistência da Nintendo. Aqui Hiromichi Takada sai da direção e entra Yoshinori Kitase.

Final Fantasy IV marca muitas novas coisas na série Final Fantasy, começando pelos personagens cada vez mais trabalhados, e também pela capacidade do novo console de 16-bits. As múscas de Nobuo Uematsu em FFIV são consideras as melhores por muitos fãs e críticos.

A história fica mais focada no enredo que aumenta mais em profundidade e drama.

O sistema de jogo muda completamente, e é adicionado o famoso Active Time Battle System (ATB). Que ficaria então famoso e usado em praticamente todos os outros FFs, e copiado até mesmo por muitos outros RPGs. O sistema de habilidade é considerado um dos mais simples de toda a série. Final Fantasy IV é um jogo bastante linear na maior parte do tempo, você só chega no fim por um caminho. No entanto, algumas quests podem ser feitas. Existe uma quest, onde você encontra uma sala secreta, dentro dessa sala existem personagens que representam os programadores do jogo. No subsolo do castelo de Baron, existe um inimigo, que, se for derrotado, pode ser invocado como aliado depois.

O protagonista desse capítulo é Cecil, um cavaleiro negro responsável por vários crimes em nome de seu reino, mas que se arrepende de seus pecados.
Os personagens de Final Fantasy IV fazem parte do primeiro elenco da série realmente memorável, todos são extremamente carismáticos e tem seus momentos marcantes.

Do lado da vilania temos Golbez um dos vilões mais odiados de toda a série. Ele acaba manipulando Kain para trair e tentar matar seu melhor amigo, Cecil.

Este foi o primeiro game onde os Chocobos tinham varias raças, os amarelos, corredores, brancos, que curam o MP e os negros, que voam. Foi também, o único a por 5 personagens por batalha ao mesmo tempo.

A versão americana foi extremamente criticada por sua tradução que tirou qualquer tipo de referência que pudesse irritar mães de jogadores mais novos, assim como facilitar incrivelmente o jogo.

Ele inicialmente seria lançado para o GBA mas foi lançado antes para o WonderSwan Color, que se mostrou muito limitado e nem a Square achava que o portatil suportaria rodar o jogo. Só agora FFIV veio para o GBA.