Principal PDF Imprimir E-mail
Qui, 23 de Dezembro de 2010 13:53

 

Lançamento original Plataformas
ATB Playstation 3
Gênero
Action-RPG
Série
Fabula Nova Crystallis
Modos de jogo
Single-player

 

“Essa é uma fantasia baseada na realidade.” –tagline

 

 

Anunciado na E3: 2006 como parte da compilação Fabula Nova Crystallis, Final Fantasy Versus XIII é um Action-RPG em desenvolvimento para o Playstation 3. Conduzido pelo diretor Tetsuya Nomura, em parceria com a equipe de designers da série Kingdom Hearts e do filme FFVII: Advent Children, o game promete trazer de volta a magia clássica da série e inovar com novos sistemas.

 

Embora a compilação envolva Final Fantasy XIII e ainda Final Fantasy Type-0, Versus XIII não possui nenhuma ligação com tais jogos, apresentando um mundo, história, e personagens distintos, porém mantendo o tema dos cristais no enredo. Não está sendo considerado um spin-off, mas sim um game original que apenas compartilha da mesma mitologia dos outros games integrantes da compilação. Nomura pretende se distanciar dos mundos mágicos de seus games anteriores, e adotar um mundo realista em Versus XIII, trazendo uma visão mais adulta da série.

 

 

História (contém spoilers)

 


 

 

No game, você controlará um protagonista de cabelos negros chamado Noctis, membro de uma familia real que a várias gerações defende seu reino e cristal. A busca pelo poder e a posse do último cristal é a causa de uma longa guerra fria que se estendeu entre os reinos. Tratados de paz são discutidos, porém organizações obscuras pretendem ignorar qualquer pacto de aliança, cabendo ao protagonista proteger o cristal daqueles que visam conseguí-lo a todo custo. Toda essa perseguição ao último cristal é consequência dos inúmeros conflitos que levaram os outros reinos a perderem seus cristais. Entre a oposição, está a nação de Tenebuera, sendo representada por Stella, que por motivos desconhecidos, se tornará inimiga de Noctis.

Com um clima mais dark em comparação com seus predecessores, a história irá transmitir a humanidade dos personagens em distinção com a fantasia tão comum dos outros episódios. Nomura está propondo “uma nova visão de como um Final Fantasy pode ser. Portanto, Versus XIII será menos voltado à fantasia sci-fi e concentrará sua narrativa no lado humano, focando-se em eventos atuais de nosso mundo – nesse sentido, é sombrio”. É nítido também o tom trágico do enredo, que, aparentemente, é inspirado em obras shakesperianas. Detalhes adicionais podem ser conferidos na História Principal.

 

 

 

Gameplay



 

 

Nomura confirmou que Final Fantasy Versus XIII será um game orientado a ação ao estilo de Kingdom Hearts, e com elementos adicionais de third-person shooter similares a Dirge of Cerberus: FFVII. A intenção da equipe é de dar vida ao filme FFVII: Advent Children, desenvolvendo um sistema com batalhas mais complexas. No battle system, o jogador poderá controlar todos os integrantes do grupo. Com o personagem Noctis, será possível se teletransportar nos confrontos e fazer uso de múltiplas armas, que poderão ser customizadas através de um sistema não revelado.

 

Mesmo fugindo das raízes do sistema de turnos, Versus XIII ainda implementará alguns elementos de RPG, e retornará com tradições há muito tempo esquecidas na série, como as airships, que serão controláveis num novo e reformulado World Map. A exploração será muito ampla e convencional, com o mínimo de loadings nas transições entre áreas. O game será o primeiro da série a utilizar ciclos temporais nos cenários. Provavelmente, os comandos se assemelharão muito com a jogabilidade de Kingdom Hearts. Para mais informações, acesse o artigo Jogabilidade.

 

 

 

Desenvolvimento

 


 

Final Fantasy Versus XIII começou a ser desenvolvido pouco tempo antes da E3 2006, onde o game ainda estava em fase de pré-produção. Apesar de Tetsuya Nomura (diretor) ter estado ocupado com outros projetos, Versus XIII está progredindo mais rapidamente com a conclusão de Final Fantasy XIII, já que muitos membros estavam ajudando a equipe de FFXIII para que o game saísse no prazo. Há pouco tempo também, um anúncio requisitou novos integrantes para se unirem a equipe atual de Versus XIII, no intuito de acelerar ainda mais o desenvolvimento. Mesmo com tanto mistério rondando a produção, pequenas amostras do game foram exibidas ao longo dos anos em eventos como a Tokyo Game Show e Jump Festa. Para quem teve a oportunidade de assistí-los, elogios não faltaram para os gráficos e a iluminação primorosa.

 

Em 2009, um breve demo exibiu um pouco do gameplay de Versus XIII, onde Noctis corria por uma cidade que sofria transições entre dia e a noite, até chegar num campo aberto repleto de criaturas enormes. Foi apenas um teste do quanto se podia diferenciar cenas passadas a noite, das cenas passadas ao dia, e também do limite do tamanho dos monstros. Até os NPCs que andavam pelas ruas foram emprestados de FFXIII, e o mapa do campo tinha sido elaborado em duas semanas. O behemoth do vídeo e os personagens estavam sem texturas.

 

No mesmo ano, um vídeo de 1 minuto de duração apresentou cenas em tempo real. Nele, Noctis aguardava numa avenida por um carro para depois entrar no veículo. A cena se passava durante o dia, e apresentava iluminações, modelos de personagens, e ambientes. O último clipe exibiu as primeiras cenas de batalha de Noctis, com a inclusão de sangue nas lutas, onde sentimos a sensação de velocidade do sistema de batalha. A equipe também incluiu imagens da produção do game no livro Cloud Message, lançado em 2008.

 

A engine utilizada no game é a Crystal Tools (Versus XIII é o segundo a utilizar tal engine, sucedendo FFXIII). A equipe comentou a qualidade atual dos gráficos, e que estão tirando o máximo proveito do hardware do PS3. Por haver uma diferença mínima entre gráficos do jogo e CGs, Jun Akiyama e outros desenvolvedores resolveram refazer cenas que seriam originalmente em computação gráfica em gráficos em tempo real. Nomura também atualizou constantemente o twitter com pequenas informações de Versus XIII. Usando a conta de The 3rd Birthday, o designer confirmou o início da gravação da dublagem, entre outras informações técnicas.

 

A data de lançamento não foi anunciada, embora Yoshinori Kitase tenha revelado em uma entrevista com a Gaming Union que acha difícil um lançamento acontecer em 2011. Espera-se que o game seja lançado em 2012, no mínimo. A exclusividade de Versus XIII também não está definida, apesar de Nomura insistir que está desenvolvendo o game pensando no sistema da Sony. Informações da produção musical podem ser lidas na seção de Trilha sonora.

 

 


Curiosidades

 


 

  • O nome “Versus” vem do latim e significa “mudar de direção”, uma alusão a proposta do game de levar a série a um novo patamar;
  • Atualmente sabemos que a história está finalizada e o design de personagens idem;
  • Parte da equipe esteve junta desde a época do PS1, e desenvolveram games como Final Fantasy VII, Final Fantasy VIII e Kingdom Hearts; Nomura disse realmente que sente como se estivesse refazendo FFVII;
  • Final Fantasy Versus XIII é o primeiro episódio que terá a trilha sonora assinada por Yoko Shimomura, compositora de Kingdom Hearts;