FF Crystal Chronicles PDF Imprimir E-mail
Sex, 03 de Setembro de 2010 22:53

Plataformas: Game Cube
Lançamento Japonês: 2003 (8 de Agosto)
Lançamento Americano: 2004 (9 de Fevereiro)


A Square reaqueceu seus laços com a antiga parceira através de um investimento do ex-presidente da empresa Hiroshi Yamauchi, que bancou a produção de Final Fantasy: Crystal Chronicles.

O game foge totalmente dos padrões da série. Trata-se de um RPG de ação que explora a conexão entre o Game Boy Advance e o GameCube. Crystal Chronicles não tem personagens com passados turbulentos, muitos filmes de computação gráfica e enredo complexo: essa nova aventura segue uma mecânica parecida com a de Phantasy Star Online. O portátil da Nintendo é obrigatório para o modo para quatro jogadores. Isso para os brasileiros foi o que tornou o jogo quase impossível de se jogar, uma vez que a graça estava no modo multiplayer, como jogar isso em um país onde, se você tiver um amigo que tenha um Gabe Cube já é um grande feito, imagina então você ter que ter o Game Cube, FFCC, um GBA e um amigo com GBA. Super fácil!

O combate é estilo Secret of Mana e Zelda, você pode usar magias como Fire, Ice, elas caem dos inimigos quando você derrota, você tem um limite de magias para equipar. No modo de 1 jogador a magia life se ativa sozinha após sua morte. Em multiplayer, um jogador deve possuir a magia para lhe reviver.

Em Final Fantasy: Crystal Chronicles os jogadores assumem vários personagens jovens que devem se aventurar pelo mundo em uma caravana para proteger suas vilas do famoso gás venenoso chamado “miasma” que está consumindo o mundo todo. Eles devem encontrar as arvores mágicas chamadas “myrrh” que produz uma água mágica a cada 2 anos no jogo. Essa água afasta o miasma e deve ser levada de volta a vila para recarregar as forças do cristal principal que também espanta o miasma. As árvores obviamente são guardadas por criaturas malignas.

“Não existe um roteiro pré-definido” diz Kazuhiko Aoki. “Em um jogo para Multiplayer, com gente saindo e entrando o tempo inteiro, é difícil inventar uma história que todo mundo entenda”. “Tivemos que bolar uma maneira de evitar que os jogadores que entrassem mais tarde ficassem interados”. O miasma é uma espécie de nuvem mágica que polui o mundo, e para escapar delas cada cidade possuí um cristal mágico que cria uma bolha sem poluição. Os cristais estão enfraquecendo e um grupo de crianças sai em busca de mais forças para o cristal. Os personagens de FFCC são realmente crianças, você está lendo direito.

“Alguns personagens são mais adequados para magia ou luta, mas é possível desenvolve-los de muitas maneiras diz Aoki”.Você pode seguir sozinho ou com um grupo inteiro. É claro que, estando limitado apenas a um tipo de habilidade será difícil atravessar certas situações”.

Também é preciso escolher um job no inicio do jogo, não para os personagens, mas para os pais deles. A profissão dos pais vai determinar os tipos de presentes que as crianças receberão deles durante a jornada. Se o papai e a mamãe forem traficantes, vão lhe enviar maconha, brincadeira. Se forem pastores de vacas enviarão leites, e se forem ferreiros você pode enviar metal bruto para que eles façam armas para você. O sexo do personagem não influencia em muito.