Kefka Palazzo PDF Imprimir E-mail
Sex, 03 de Setembro de 2010 14:49

 

As informações contidas abaixo são oficiais e foram divulgadas apenas em livros que a Square lançou no Japão detalhando mais o mundo do jogo. Esses livros no entanto podem ser encontrados apenas no Japão...

Desumano, genocída, louco... É assim que Kefka é chamado por seus próprios subordinados e até pelos soldados mais frios do Império. Muitos o temem, outros apenas acham-no o louco, mas quase todos o odeiam.

Kefka fora abandonado na infãncia passando uma infancia dura e sofrida em um orfanato de Thamasa até que mais tarde na adolescencia ele entrou para a academia imperial sendo reconhecido como um prodigio.

Dentro da academia ele fora o único voluntário a pesquisa de infusão do poder mágico em seres humanos, o experimento fora um sucesso... Kefka adquirira o dom da magia sem a intervenção direta das Magicite, mas o preço foi alto, Kefka mais tarde por causa disso viria a se tornar completamente insano, levando sua filosofia pessimista às ultimas conseqüências.

Aquele que era apenas um homem que não acreditava em coisas como a esperança iria uma década depois, se tornar alguém que passaria a odiar esse tipo de sentimento com todas as forças.

Aos 23 anos ele foi nomeado um dos comandantes de um dos batalhões de Gesthal. Aos 25 ele conheceu uma criança com talento excepcional para a batalha: Celes Chere. Kefka então passou a treina-la e fez dela uma excelente Runic Knight e também passou a considera-la como a razão de sua viver. Uma filha ou irmã a qual ele tinha profunda relação sempre agindo de forma amável.

Aos 30 ele foi nomeado como primeiro ministro do Império, abaixo apenas do Imperador Gesthal. Aos 31 ele tinha todo o comando do exército Imperial, conquistando muitas terras distantes para Gesthal.

É nessa epoca, durante o frenbesi de batalha da terceira expedição Imperial que o efeito da experiencia realizada a uma decada atras finalmente afeta Kefka e ele torna-se um homem psicótico sentindo alegria e êxtase em ver o sofrimento alheio, isso porque ele passou a ver o sofrimento e a dor daqueles que perdiam seus lares e entes queridos como a afirmação de suas filosofias... Kefka passou a não entender porque o ser humano se ludibria com sentimentos positivos e vê o mundo com otimismo mesmo ele estando cheio de miséria, tristeza e sendo destruído constantemente por pessoas ambiciosas. Ele então considerou sentimentos como esperança e sonhos uma grande mentira e faz questão de acabar com eles causando o maximo de destruição possível.

Devido a seus evidentes problemas mentais Kefka foi destituido do cargo de primeiro ministro, mas ele ainda continuava como General, pois Gesthal via muita utilidade nele. Em uma guerra o importante é apenas aniquilar os inimigos sem pena ou limitações, e isso Kefka faz com gosto. A destruição e a oportunidade de trazer sofrimento é a única coisa que motiva Kefka a seguir ordens de alguém.

Ele então passou a adotar manias excentricas também passando tardes afins olhando-se no espelho fascinado com o fenomeno do próprio reflexo, ele começou a adotar roupas e maquiagens espalhafatosas com o unico intuito de olhar a si próprio. Ele também passou a brincar e falar com marionetes as quais ele destrói em momentos de furia.

Sua relação com Celes também mudou após seus colapsos mentais, ele passou a ve-la como o brinquedo perfeito: Forte e ao mesmo tempo fraca, linda e submissa, sua marionete perfeita. Com o tempo mesmo alguem fria como Celes passou tambem a sofrer de crises de depressao devido a carnificina do meio militar as quais ela promovia e Kefka viu nisso a beleza perfeita em Celes, pois ele também tem sua mente em crise.

Kefka no fundo pretende construir um mundo terrível o suficiente para ilustrar que a esperança não existe. E de fato, assim ele fez.... Kefka é o único vilão de Final Fantasy que concretizou seus planos até o fim, e esses eram os mais terríveis possíveis...

O vilão

Considerado um dos maiores vilões da série, Kefka é realmente um personagem impagável. Ele foi o único vilão que conseguiu ser cômico, atrapalhado, cruel e odioso ao mesmo tempo. Algo extremamente original.

Como seu sobrenome (Palazzo, ou seja palhaço), suas roupas (inspirados em vestimentas do século passado), sua maquiagem e sua música tema denunciam, Kefka é um vilão completamente cômico que da ares de ser um ditador cruel que se veste e age como um palhaço. Tanto suas maquiagens quanto suas roupas foram criadas para esse intento e não para denotar tendências andróginas... Kefka é um personagem idealizado por orientais, e na cultura japonesa roupas tão espalhafatosas e maquiagem não são referencias a homossexualidade como são aqui no ocidente.

Apesar da aparência e das situações cômicas, Kefka também pode ser tão odiado quanto amado, suas atitudes são realmente cruéis e a conseqüência horrenda de seus atos facilmente surpreendem o jogador... Entre uma cena comica ou um ato cruel o vilão também e muito bem caracterizado por sua risada psicótica. E também por suas cômicas frases de efeito, alguma cheias de ironia, outras denotando o quão Kefkaé insano:

  • Hee, Hee, Hee! Mas aonde estaria a graça da destruição se vidas "preciosas" não fossem perdidas?
  • Porque as pessoas reconstroem coisas que elas sabem que vão ser destruídas? Porque as pessoas se apegam a vida quando eles sabem que não vão viver eternamente? Pense em como suas vidas são insignificantes!
  • Isto é doentio... vocês parecem capítulos de um livro de auto-ajuda!
    --- Após ouvir os protagonistas falarem das razões que os fazem lutar e ter esperança.
  • Vida... Sonhos... Esperança... De onde eles vêem? E pra onde eles vão? Essas coisas... Eu irei destruir!
  • Uwee, Hee, Hee! Ótimo! Queimem tudo!!
  • Edgar, seu cabeça de alfinete! porque voce tem q morar no meio do nada?!?
    --- Quando tinha que se dirigir ao deserto de Figaro para falar com Edgard.
  • Eu odiaria estar em sua pele se nós descobrissemos que você está mentindo... Mwa, Ha!
  • Bem vindo ao meu churrasco!
    --- Prestes a queimar mais uma cidade.
  • Filho de um mergulhador!
    --- Xingando o castelo de Figaro enquanto ele se enterrava na terra escapando do incendio que ele criara.
  • Hee, Hee! Nada é melhor do que centenas de vozes gritando em unissono!
  • "Espere" ele diz... tenho cara de secretária agora?
    ---
    A frase original é "Wait he says....do i look like a waiter ?" Wait quer dizer esperar e Waiter quer dizer secretária, Kefka fez um trocadilho com as duas palavras.
  • Eu sou o todo poderoso! Hee, Hee, Haw! Estou coletando Espers! Estou extraindo magia!
  • Ó querida, você quer lutar comigo? Isto é tão terrível!
  • Eu destruirei tudo... criarei um monumento a não existência!
  • Eu irei caça-los! Destruirei a todos! Destruir! Destruir! Destruir!
  • Pobre velho... bem, mas que desculpa sem valor para um imperador...
    --- Ironizando enquanto chutava o cadáver doi Imperador para um abismo.
  • Ooh! Eles são sensíveis ao toque! Que belezinhas!
    --- Enquanto destruia os Espers para lhes tomar as Magicite.
  • Eu odeio odeio odeio odeio odeio odeio... odeio odeio odeio odeio odeio odeio odeio odeio odeio odeio odeio ODEIO VOCÊ!!
  • Corra! Corra! ou você ficará bem passado!
  • Que tal um pouco de massacre Magitech?
  • Agora eu temo que vocês expiraram sua validade.
  • Eu comando o maior poder do universo! Vocês são a escória diante de mim!
  • E você já achou a sua "preciosidade" neste mundo mundo quase morto de vocês?
  • O fim chega... através do caos...
  • Por que você teima em viver sabendo que todas as coisas morrem?