Principal PDF Imprimir E-mail
Ter, 24 de Agosto de 2010 10:00

Plataformas: Nintendo Enternainment System, WonderSwan Color, Playstation, Game Boy Advance.
Lançamento Japonês: 1988 (17 de dezembro)
Lançamento Americano: 2003 (Na compilação Final Fantasy Origns)

Em um mundo
além do horizonte
O último pedaço de paz estava
para terminar
O imperio de Palakia
começou a consquistar o mundo
invocando demonios.
... 4 jovens de Fin
perderam suas famílias...
E tentam escapar
da perseguição dos inimigos....

A mesma equipe do primeiro faz o segundo jogo e melhora a caracterização dos personagens, dando falas exclusivas e personalidades para cada um deles alem de um roteiro um pouco mais complexo que o primeiro. A idéia de lançar Final Fantasy II nos EUA em 1991 foi cogitada, e um cartucho protótipo foi feito para o jogo totalmente traduzido, no entanto, o projeto foi cancelado para dar chances ao mais novo Final Fantasy da época (Final Fantasy IV). FFII teria o subtitulo de “Dark Shadow over Palakia”. Dizem que o que teria ocorrido era um desentendimento com a Square dos EUA, e isso teria também influenciado o “não” lançamento de Final Fantasy III para o ocidente. O jogo nunca foi lançado fora da Ásia na sua forma original. Vários “remakes” foram feitos, para GBA, Sony Playstation entre outros e só em 2003 o jogo veio para o ocidente através dos remakes. FFII também ganhou uma versão para o Family Computer Disk System mas não foi licenciada pela Square.

Final Fantasy II começou a se firmar com uma história cada vez mais bem trabalhada, personagens marcantes, e também por ter sido o primeiro a implantar elementos que depois nós veríamos em todos os Final Fantasy, como Chocobos, e um personagem de nome Cid. Inovou pelo fato de não possuir level, os personagens evoluíam através de um sistema diferente, onde quanto mais você usa sua espada, mais você ganha força. Para alguns um sistema irritante, e cansativo, mas muito inovador. Tem gente que até hoje pensa que Final Fantasy X foi o primeiro a não ter level. Um sistema semelhante a esse de FFII foi adotado na série SaGa da Square. Esse jogo foi na realidade desenvolvido por Akitoshi Kawazu, criador da série SaGa.

Por causa da popularidade de Final Fantasy durante os anos 90, Final Fantasy II foi um dos primeiros jogos a ter tradução feita por fãs da série pelo grupo NeoDemi Force.

Firion, Gus, Maria e Leon são quatro personagens principais que agora passam a ter não só nome, mas uma história própria. Em sua vila, onde os quatro moravam, inclusive seus familiares, todos foram mortos pelo império de Palamecia. Hilda, rainha do reino de Altair, resgata os heróis e se junta ao grupo na empreitada de vingar a morte de seus pais. O jogo não virou apenas uma luta entre os impérios, mas uma busca pelo irmão desaparecido de Maria (Leon), que sumiu logo após eles fugirem do ataque do império de Palamecia. No final de sua jornada, os heróis derrotam o Imperador mas notam que ele ressurgiu do submundo como o comandante do Inferno..

Além do sistema de evolução de personagens, Final Fantasy II contava também com outro sistema inovador, o de palavras-chave. Com ele você tinha que decorar algumas palavras especificas e usá-las sabiamente em algum momento da história em busca de cumprirem objetivos.